Cuidar da saúde sempre foi muito importante, ainda mais nesse momento em que estamos vivendo, do COVID-19. Manter o sistema imunológico forte é fundamental para evitar doenças e aguentar o dia a dia com energia e disposição. São tantas as atitudes que nos deixam com a imunidade baixa, que muitas vezes nem percebemos que somos nós mesmos os responsáveis pela sua queda. A má qualidade na alimentação e nutrição, por exemplo, e a falta da prática de exercícios físicos são fatores prejudicais.  

 

 

Atitudes que interferem no sistema imunológico

 

- consumo em excesso de açúcar

Ingerir alimentos que tenham muito açúcar com frequência, inibe a defesa dos glóbulos brancos contra substâncias estanhas ao nosso organismo.

 

- beber pouca água

A desidratação interfere no transporte de nutrientes no organismo e, consequentemente afeta o sistema imunológico.

 

- consumo em excesso de alimentos industrializados

Alimentos industrializados são processados muitas vezes com substâncias que o nosso corpo não reconhece, interferindo assim no sistema imune.

 

- não praticar exercícios físicos

A falta da prática de esporte pode aumentar o estresse do dia a dia e consequentemente enfraquecer o sistema imunológico. Abaixo você vai entender o por que do estresse afetar a nossa imunidade.

 

 

Emoções também são capazes de influenciar o sistema imune.

 

O corpo e a mente estão completamente ligados um ao outro. O que eu quero dizer com isso: as preocupações em excesso, o negativismo e o estresse podem interferir na imunidade, pois afetam o cortisol, hormônio ligado à regulação imunológica, deixando o organismo mais vulnerável a doenças.  

 

De acordo com a renomada médica e pesquisadora da área, Esther Sternberg, conhecida internacionalmente por suas descobertas que comprovam a existência da conexão entre corpo e mente, as emoções podem sim atrapalhar um processo de cura do organismo. Que tal assitir uma palestra muito interessante, onde ela explica sobre essa conexão com muito mais detalhes.